Marcos Vinícius Pedroso | 27/08/2022 11:03

27/08/2022 11:03

72624 visualizações

Por que a fome aumenta durante o processo de emagrecimento?

O principal hormônio regulador da saciedade é a leptina, secretada pelos adipócitos (células do tecido adiposo). A leptina é responsável por regular a ingestão energética e o peso corporal, também controla o apetite atuando no hipotálamo.

Além de controlar a ingestão de calorias, a leptina também afeta o gasto energético. A redução da ingestão calórica e a perda de gordura provocam redução dos níveis de leptina. Com a redução das concentrações de leptina, os níveis de saciedade diminuem.

Para piorar a situação, ocorre aumento dos níveis de grelina, hormônio secretado principalmente no estômago e responsável pelo aumento da fome. Neste cenário de emagrecimento temos níveis de saciedade reduzidos e ao mesmo tempo aumento da fome.

O que pode ser ajustado com uma dieta adequada em alimentos que causam maior saciedade e mais volume, como por exemplo frutas e vegetais.

Estudos mostram que mesmo meses após a perda de peso (6 meses – 1 ano), as concentrações desses hormônios continuam alteradas, tornando desafiador a manutenção de um baixo peso corporal, principalmente de um baixo percentual de gordura.

Ou seja, é normal sentir um pouco mais de fome no processo de emagrecimento, entretanto com constância na dieta e prática de atividades físicas o corpo começa a se adaptar com o peso atual.

Lembrando que em muitos casos é mais fácil “gastar calorias” com atividades físicas do que diminuir a ingestão calórica, então não fique parado!

Nutricionista Elisabete de Oliveira Crn 10-5420
Personal Ewerton Nardi Cref – 023608-G/SC
@casalfitnes_betynany

Deixe seu comentário