Marcos Vinícius Pedroso | 18/01/2023 08:49

18/01/2023 08:49

10436 visualizações

Saiba como lidar com o perfeccionismo

Você sabia, que ter alto grau de exigência consigo pode atrapalhar sua qualidade de vida? Essa exigência exagerada é chamada também de perfeccionismo. Além desse alto padrão de desempenho, o perfeccionista é muito auto crítico, e vive em uma busca constante por perfeição, onde falhas não são bem aceitas, e há também uma inflexibilidade com a opinião dos outros. Às vezes, ser perfeccionista é até encarrado com um ponto positivo.

Sabe aquela entrevista de emprego, que te perguntam um defeito e você fala que é o perfeccionismo? Por mais que você diga que é um defeito, você entende que é um “defeito bom”, pois determina que o resultado que será entregue não estará nada menos que perfeito, então ele é visto de forma positiva.

Até certo nível, o perfeccionismo é saudável sim, porque te motiva a desenvolver um bom trabalho e você é capaz de se orgulhar disso, e quando as coisas não saem como você planejou, você consegue lidar com isso. Porém, quando isso começa a afetar o seu desempenho no dia a dia, deixa de ser saudável.

Podemos dividir o perfeccionismo entre a necessidade de atingir um alto padrão para si mesmo e o nível de desempenho que você exige dos outros. Como o seu nível de auto exigência é elevado, você é extremamente auto crítico e tem uma preocupação muito grande sobre o que os outros vão pensar. E é claro que toda essa exigência vai afetar a sua qualidade de vida, pois você está a todo momento preocupado em atingir resultados impecáveis. O resultado disso é o aumento do estresse, que libera mais cortisol no seu organismo, e a longo prazo, pode se transformar em ansiedade.

Então, para lidar melhor com o perfeccionismo, você pode começar a realizar suas tarefas baseado no conceito de excelência. Ser excelente consiste em fazer o seu melhor, dentro das condições que você tem. Exija de si mesmo e dos outros comprometimento para fazer o seu melhor, mas tenha tolerância com possíveis erros que ocorrem no caminho.

Lembre-se, a perfeição é inatingível e por isso ela te paralisa. Busque a excelência para conseguir entregar sempre um bom trabalho e se sentir satisfeito com isso.

Aline Bedin
Psicóloga clínica CRP 12/10514
WhatsApp: (49) 98414-6352
Redes Sociais: Instagram @psicoalinebedin

Deixe seu comentário