Polícia

Lance Notícias | 27/12/2021 08:48

27/12/2021 08:48

11572 visualizações

Família segue com buscas pelo corpo de Roseli Stoll, morta pelo ex-companheiro

As buscas pelo corpo de Roseli Stoll, morta pelo ex-companheiro no dia 02 de dezembro, seguem sendo realizadas no lago da Usina de Itá, em Alto Bela Vista. Os familiares iniciaram o trabalho por conta própria, desde que os Bombeiros Militares suspenderam as buscas, no último dia dia 17, depois de 10 dias de atividades, […]

Família segue com buscas pelo corpo de Roseli Stoll, morta pelo ex-companheiro

As buscas pelo corpo de Roseli Stoll, morta pelo ex-companheiro no dia 02 de dezembro, seguem sendo realizadas no lago da Usina de Itá, em Alto Bela Vista. Os familiares iniciaram o trabalho por conta própria, desde que os Bombeiros Militares suspenderam as buscas, no último dia dia 17, depois de 10 dias de atividades, sem sucesso, no lago. A procura é concentrada na região de Entre Rios, onde o acusado de feminicídio relatou ter jogado o o corpo.

Buscas

Os Bombeiros iniciaram as buscas no dia 08 de dezembro, um dia após o ex-companheiro de Roseli Stoll ser preso preventivamente e confessando a autoria do crime e se livrado do corpo a jogado no lago. Nos dias de buscas, foi empenhado mergulhadores, cães farejadores e equipamentos.

O Grupo de Operações, Resgate e Salvamento com Cães, Gosrsc de Concórdia, também auxiliou e esteve no local algumas vezes, mas o corpo não foi localizado. Os Bombeiros chegaram a relatar que o corpo poderia boiar, porém a possibilidade é menor do que em outros casos, já que o ex-companheiro amarrou uma pedra ao seu corpo.

Investigação

O ex-companheiro de Roseli foi preso preventivamente no dia 8, depois de ser localizado próximo a Antônio Prado, no RS, na noite do dia 07. Ele, que segue detido, confessou o crime e deu detalhes sobre o corpo. No dia 16, a Polícia Civil concluiu o Inquérito e encaminhou ao Ministério Público. No dia seguinte, o MP denunciou o autor. A Justiça Criminal de Concórdia já recebeu a denúncia e o ex-companheiro de Roseli deixou de ser investigado e passou a ser réu do caso.

Informações: Rádio Aliança

Deixe seu comentário