Polícia

Lance Notícias | 04/01/2022 09:40

04/01/2022 09:40

15573 visualizações

Corpo achado no lago da Usina Hidrelétrica de Itá na última sexta-feira (31), permanece sem identificação

Permanece sem identificação o corpo de homem que foi achado na última sexta-feira (31), boiando nas águas do Lago da Usina Hidrelétrica de Itá, entre Marcelino Ramos e Concórdia. O cadáver foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Erechim à espera de identificação. O homem que foi achado morto, nas proximidades da ponte da […]

Corpo achado no lago da Usina Hidrelétrica de Itá na última sexta-feira (31), permanece sem identificação

Permanece sem identificação o corpo de homem que foi achado na última sexta-feira (31), boiando nas águas do Lago da Usina Hidrelétrica de Itá, entre Marcelino Ramos e Concórdia. O cadáver foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Erechim à espera de identificação.

O homem que foi achado morto, nas proximidades da ponte da BR 153, entre Concórdia e Marcelino Ramos por volta das 16h15 da sexta-feira (31). Ele estava de cueca e sem lesões aparentes. Não há identidade da vítima.

A Brigada Militar de Marcelino Ramos foi acionada por populares que avistaram o cadáver boiando na água. Não há informações sobre as circunstâncias da morte. Pelas condições em que foi encontrado, suspeita-se que estava no lago há aproximadamente três dias. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, não existe registro de pessoa desaparecida na região feito nos últimos dias.

Este é o terceiro corpo que é localizado boiando nas águas da UHE de Itá em uma semana. No dia 26 de dezembro de 2021, um cadáver de um homem de meia idade, em avançado estado de decomposição, foi achado boiando na altura da comunidade de Água Verde, também em Marcelino Ramos. No dia 27 do mesmo mês, o corpo de um homem foi localizado no interior de Aratiba, este segundo fora identificado como Jorvane de Oliveira Lins, de 39 anos, natural de Catanduvas, mas que morava em Erechim.

Deixe seu comentário