Lance Notícias | 08/12/2021 09:36

08/12/2021 09:36

18473 visualizações

Você sofre de ansiedade? Descubra alguns métodos de tratamento

Preocupação intensa, falta de ar, palpitação, dores musculares, dor de estômago, tonturas, formigamentos, dificuldade para relaxar, esses são alguns dos sintomas da ansiedade. Ela é uma resposta fisiológica do organismo frente alguma ameaça, real ou imaginária. Por se tratar de uma reação fisiológica, é algo que todo mundo sente, faz parte da constituição do ser humano e até certo ponto, está dentro da normalidade e traz benefícios para sua vida, por exemplo, se você está caminhando e vê uma cobra, imediatamente você para.

Essa é uma reação imediata e natural do seu organismo que protege você do ataque desta cobra, essa é a ansiedade normal. O problema começa quando a ansiedade passa a interferir no seu dia a dia te impedindo ou dificultando muito de fazer suas tarefas, seguindo o mesmo exemplo, você deixa de sair para caminhar, pois, tem medo de encontrar uma cobra no caminho, por mais que você saiba que isso dificilmente acontecerá, ainda assim não consegue ir.

A ansiedade se apresenta de diferentes formas em cada pessoa e para definir o melhor tratamento, precisamos considerar a gravidade da crise de ansiedade, então, basicamente, precisamos avaliar caso a caso, porém, geralmente o tratamento está firmado sobre 2 pilares principais, psicoterapia e medicamentos, ou seja, o tratamento deve ser todo baseado nesses conceitos, usando os mesmos simultaneamente.

A psicoterapia mais indicada é a Terapia cognitivo-comportamental (TCC), que consiste em fazer uma terapia focada, direcionada para o problema e com ações práticas que fazem com que você aprenda a lidar com a ansiedade. Por exemplo, quando você tem medo exagerado de algo, a psicoterapia da TCC vai ensinar você a enfrentar esse medo, gradualmente, de forma sistemática, sem que você se traumatize ainda mais com a situação.

Além disso, mudanças no estilo de vida são trabalhadas na psicoterapia, por exemplo, o aumento de momentos de lazer, prática regular de exercícios físicos, ter um bom padrão de sono, fazer meditação, tem uma alimentação saudável.

O tratamento medicamentoso é feito com o uso de antidepressivos, que vão agir na receptação de neurotransmissores como a serotonina, e vão ajudar você nas situações que te causam alguma ameaça. O uso da medicação é feito em casos graves, casos leves e moderados podem sem tratados somente com a psicoterapia. Os melhores resultados são obtidos com a associação destes dois métodos, sempre considerando a gravidade de cada caso.

Aline Bedin
Psicóloga clínica CRP 12/10514
WhatsApp: (49) 98414-6352
Redes Sociais: Instagram @psicoalinebedin

 

Deixe seu comentário