Lance Notícias | 15/06/2022 10:04

15/06/2022 10:04

22542 visualizações

Violência psicológica: o que é e como identificar

A violência psicológica é definida como condutas que causem danos emocionais ou atitudes com o objetivo de controlar ações e comportamento do outro. Podemos considerar como violência psicológica a ameaça, humilhação, constrangimento, manipulação, isolamento social, insultos, limitação dos direitos, ridicularização e distorção dos fatos.

Quando se fala em violência, a primeira coisa que vem à cabeça é a violência física, visível, cheia de hematomas. Por isso, a violência psicológica passa despercebida. Até quem sofre com ela tem dificuldade em perceber o que está acontecendo. Assim como outros tipos, a violência psicológica inicia de maneira sutil e vai aumentando gradativamente, isso também contribui para dificultar sua identificação.

Muitas vezes ela é justificada como sendo o “jeito” do agressor. Para ajudar você a identificar se você, ou alguém próximo está sofrendo com isso, vou explicar um pouco sobre algumas formas de violência psicológica.

  • O Agressor pode utilizar de ameaças que irá terminar o relacionamento ou acabar com algo importante para a vítima.
  • Pode também manipular emocionalmente a vítima para garantir que ficará sempre por perto dele, para receber mais agressões.
  • A humilhação, tanto em momentos íntimos como em ambiente públicos, onde o agressor diminui a vítima.
  • O isolamento social de amigos e familiares também é comum e tem o objetivo de impedir que a vítima perceba por meio de outras relações o que está errado na relação com o agressor.
  • Bem próximo a isso está a limitação de direitos, tanto de se expressar quanto de ir e vir.
  • Os Insultos são a forma mais evidente de agressão psicológica e consistem em comentários agressivos disfarçados de brincadeiras, até o xingamento propriamente dito.
  • A ridicularização, que é bem parecida com a humilhação, tem a intenção de fazer a vítima se sentir inferiorizada, é comum o agressor dizer que a vítima nunca encontrará ninguém além dele que a aguente.
  • E a distorção dos fatos, também conhecido como gaslighting consiste em fazer a vítima duvidar da realidade. O agressor distorce os acontecimentos para implantar dúvidas na cabeça da vítima. Desse modo, ela passa a ver a percepção do agressor como correta e não considera mais seus próprios julgamentos.

Casos de violência psicológica ocorrem principalmente em relações românticas, porém podem acontecer em qualquer tipo de relacionamento. Se você acredita que está sendo vítima de violência, qualquer que seja, converse com alguém próximo, que você confia, peça a opinião dessa pessoa e peça ajuda para sair disso.

Se você conhece alguém que está passando por isso, converse e coloque-se a disposição para ajudar. Lembrando que denúncias para autoridades são sempre possíveis e indicadas em casos de violência.

Aline Bedin
Psicóloga clínica CRP 12/10514
WhatsApp: (49) 98414-6352
Redes Sociais: Instagram @psicoalinebedin

Deixe seu comentário