Lance Notícias | 11/08/2022 15:37

11/08/2022 15:37

20365 visualizações

Quatro sinais de que você está esgotado emocionalmente

Você já ouviu falar em esgotamento emocional? Talvez não saiba o que é e nem como identifica-lo, por isso vou te contar 4 sinais do esgotamento emocional.

Ele aparece quando você é exposto a elevados e prolongados níveis de estresse e isso faz com que suas emoções estejam sempre no limite. O grande problema do esgotamento emocional é que ele vai se instalando aos poucos, de forma sorrateira, sem que você perceba que isso está acontecendo e quando você se dá conta, ele já se instalou.

O primeiro sinal do esgotamento emocional é você puxar cada vez mais responsabilidades para si, além de exigir que o resultado que você entrega esteja perfeito. Você ultrapassa o nível da excelência, que é fazer o seu melhor dentro das possibilidades que você tem, e passa a buscar um perfeccionismo inatingível, que te deixa sobrecarregado e aumenta seu nível de estresse.

Em seguida você deixa o seu autocuidado de lado. Para de fazer exercícios físicos, descuida da alimentação, deixa de lado sua vida social, não tem mais tantos momentos de lazer, vai deixando de fazer as coisas que no geral você gostava de fazer, mas faz isso sem perceber, porque está priorizando o trabalho.

O terceiro sinal é a irritabilidade e a impulsividade. Nessa fase, coisas pequenas tiram você do sério e você se irrita com muita facilidade, briga com as pessoas próximas a você por motivos banais. Você sente mais raiva que o habitual, seu sono já está comprometido, você se sente angustiado, qualquer problema que aparece é motivo para desespero e irritação.

E por último, quando já está mais avançado, você começa a se sentir muito triste, parece que tudo é pesado e difícil e nesse ponto, além do esgotamento emocional você pode desenvolver ansiedade patológica ou depressão.

Esteja atento ao que está acontecendo com você, se você identificar algum desses sinais em você busque fazer uma avaliação e ver como você pode começar a mudar essa situação. Procure retomar momentos de descanso e descontração e encontre tempo para o lazer, faça isso antes que a situação fique mais grave e você não consiga resolver sozinho.

E se você perceber que já passou do estágio do esgotamento e já é uma patologia, busque ajuda de um psicólogo.

Aline Bedin
Psicóloga clínica CRP 12/10514
WhatsApp: (49) 98414-6352
Redes Sociais: Instagram @psicoalinebedin

Deixe seu comentário