Lance Notícias | 16/03/2022 09:22

16/03/2022 09:22

17935 visualizações

Corrupção, como mudar essa realidade?

Quando você ouve a palavra corrupção é quase que automático pensar no cenário político e dentro da realidade que vivemos esse pensamento é até justificável, mas hoje que quero propor para você um olhar diferente sobre a corrupção. É fato que no meio político ela está mais presente, mas será que a corrupção só existe lá? Será que podemos fazer algo para mudar essa realidade?

O significado da palavra corrupção se refere ao ato de corromper (alterar, adulterar) algo ou alguém com a finalidade de obter vantagens em relação aos outros. Resumindo, usar de má fé para se beneficiar de alguma maneira. Quando olhamos para a corrupção dessa maneira, é possível perceber que ela vai muito além do âmbito político e que faz parte do nosso dia a dia.

Imagina a seguinte situação, tem uma fila de pessoas no caixa de um estabelecimento, uma delas deixa R$ 100,00 cair no chão e não percebe, a pessoa que está logo atrás vê o que acontece e pisa em cima da nota para escondê-la e depois ajunta-la. A segunda pessoa da fila está sendo corrupta, pois está agindo de má fé em benefício próprio e se tem mais alguém na fila que vê a cena e não reage, está sendo conivente com a corrupção e contribuindo para a sua perpetuação e o pior, na maioria das vezes a pessoa que vê e não fala, faz isso por medo de parecer estar errada, ou de ser julgada. Outro exemplo que acredito especificar essa situação é quando alguém recebe troco a mais e segura, afinal, problema de quem errou.

A reflexão que eu quero trazer para você hoje é que mesmo a corrupção parecendo ser algo distante de nós, ela começa nessas pequenas atitudes e acredito que uma das maneiras de combate-la seja nessas pequenas atitudes, porque a partir do momento em que tirar vantagem do outro passa a ser visto como uma atitude errada, fica mais difícil se calar diante desses pequenos fatos corriqueiros e isso vai criando na população uma mentalidade mais forte sobre o que é certo e o que é errado. Fazer isso parece pouco, mas quanto mais pessoas deixarem de agir em benefício próprio e se preocupando com o outro teremos uma sociedade mais justa e que não aceita ser corrompida pelo meio político.

Aline Bedin
Psicóloga clínica CRP 12/10514
WhatsApp: (49) 98414-6352
Redes Sociais: Instagram @psicoalinebedin

Deixe seu comentário