Comunidade

Lance Notícias | 15/12/2021 11:51

15/12/2021 11:51

45584 visualizações

Único réveillon do Oeste: enquanto diversas cidades cancelam festas, Itá confirma programação com shows

Mais de 100 cidades cancelam réveillon e ao menos 70 ficarão sem carnaval em 2022 devido à pandemia da Covid-19 e a temida variante Ômicron. Na contramão dessa tendência está o município de Itá, no Oeste Catarinense, famosa pela realização de eventos e que, há dois anos, não realiza o evento. Todavia, para o Réveillon […]

Único réveillon do Oeste: enquanto diversas cidades cancelam festas, Itá confirma programação com shows

Mais de 100 cidades cancelam réveillon e ao menos 70 ficarão sem carnaval em 2022 devido à pandemia da Covid-19 e a temida variante Ômicron. Na contramão dessa tendência está o município de Itá, no Oeste Catarinense, famosa pela realização de eventos e que, há dois anos, não realiza o evento.

Todavia, para o Réveillon de 2022, a Prefeitura de Itá divulgou, nessa última sexta-feira (10), as atrações para o evento, que será terceirizado e promovido pela empresa BShow Produções, inclusive, sendo anunciado como o único réveillon de toda a região Oeste, que acontecerá na Praça Coberta de Itá (SC).

Segundo o boletim Covid-19 de Itá, o município não conta com nenhum caso ativo da Covid-19. Da população, 5.598 pessoas já receberam a primeira dose da vacina e 5.043 receberam a segunda.

Programação

O evento que está previsto para iniciar às 21h do dia 31 de dezembro, contará com os seguintes artistas: Big Phill, Léo e Raphael (Os meninos da Pecuária), Banda RDN e O bonde Delas.

Evento Seguro

Para a realização do evento, seguindo o decreto estadual, entre os regramentos que deverão estar amplamente divulgados pelos organizadores estão:

– Uso obrigatório de máscara;
– Pessoas com 18 anos ou mais de idade, exigência de apresentação de comprovante de vacinação completa contra Covid-19 ou laudo contendo resultado “negativo, não reagente ou não detectado” de exame RT-qPCR nas últimas 72 horas ou de Pesquisa de Antígeno para SARS-Cov-2 nas últimas 48 horas;
– Pessoas de 12 a 17 anos de idade, exigência de apresentação de comprovante de vacinação com registro de pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19 ou laudo contendo resultado “negativo, não reagente ou não detectado” de exame RT-qPCR;
– Para crianças menores de 12 anos de idade não será exigido comprovante de vacinação ou testagem, desde que estejam acompanhadas de pais ou responsáveis, permanecendo em espaços sem aglomeração.
– Só será permitida a realização de eventos de grande porte que respeitem os regramentos do protocolo Evento Seguro. Enquadram-se nesse caso, shows, festivais, apresentações musicais e demais eventos públicos de grande porte ao ar livre que provoquem aglomerações ou que tenham estimativa de participação de mais de 500 pessoas.
– Além da nova obrigatoriedade, a portaria também revoga outras oito, sendo elas:
SES nº 191 25/03/2020: Autoriza as atividades relacionadas à execução de obras públicas.
SES nº 209 31/03/2020: Estende o prazo de aceitação de prescrições médicas.
SES nº 223 05/04/2020: Autoriza a realização das atividades listadas na Portaria profissionais autônomos e liberais de saúde.
SES nº 224 03/04/2020: Autoriza a confecção e uso de máscaras de tecido para a população em geral como uma barreira física que pode complementar os demais cuidados não farmacológicos
SES nº 236 08/04/2020: Autoriza a exposição, a venda e comercialização de máscaras de tecido.
SES nº 275 27/04/2020 Autoriza a realização de atividades físico-desportivas de forma individual nos ambientes ao ar livre, como parques, praias e calçadões.
SES nº 285 30/04/2020 Considera essenciais os serviços de auditoria interna, ouvidoria, transparência e correção.
SES nº 348 22/05/202 Permanece proibida a aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja público ou privado, interno ou externo, para a realização de atividades de qualquer natureza.

Prefeitura comenta sobre realização do evento

A equipe do Lance Seara entrou em contato com Moacir Sartoretto, vice-prefeito e secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Itá, que passou mais informações sobre a realização do evento.

— Nós, do Executivo Municipal, Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e juntamente com a Vigilância Sanitária, tomamos a decisão em conjunto. Respeitando o protocolo da Covid-19 e principalmente respeitando o Evento Seguro, protocolo exigido pelo Governo do Estado, iremos exigir sim, a carteira de vacinação e já estamos avisando as pessoas que sem o comprovante de vacinação, elas não entram no evento. A festa do réveillon será com público limitado, logo a Prefeitura não espera a participação de grande público — explica.

Questionado sobre a organizadora do evento estar anunciando ser o único réveillon da região Oeste, Moacir explica que como o local fechado é de 6.500 m², a Vigilância Sanitária está fazendo o cálculo de quantas pessoas podem participar do evento, que será cercado. A B Show Produções é a empresa responsável pelo evento, e segundo o vice-prefeito, a Prefeitura irá atuar apenas na parte da fiscalização.

Deixe seu comentário