Animais

Lance Notícias | 21/09/2021 17:13

21/09/2021 17:13

10624 visualizações

Proteção e cuidado: AuqueMia presta serviço na comunidade desde 2019

O nome da entidade foi escolhido por dois motivos, um por que normalmente os pedidos de socorro que chegam até a ong é referente a gatos e cachorros, por isso o “au” e o “miau”. E outro em relação a palavra “alquimia”, na química significa transformação, por isso o trocadilho com AuqueMia. A ONG atua […]

Proteção e cuidado: AuqueMia presta serviço na comunidade desde 2019

O nome da entidade foi escolhido por dois motivos, um por que normalmente os pedidos de socorro que chegam até a ong é referente a gatos e cachorros, por isso o “au” e o “miau”. E outro em relação a palavra “alquimia”, na química significa transformação, por isso o trocadilho com AuqueMia.

A ONG atua no município prestando socorro aos animais, oferecem tratamento, campanhas de castração. Convênio junto a Prefeitura onde é possível realizar 40 castrações gratuitas por mês, divididas entre as demais ONG’s. A pareceria com o Projeto Castração, unidade móvel da Dr. Marina Dante, com castrações a valor social além da destinação segura dos bichinhos, para serem doados e entregues a pessoas do bem.

A equipe do Lance Seara conversou com a Presidente da entidade, Simone Trevisol que comenta sobre a atuação da ONG no município.

– Tudo feito com muito amor, dedicação e empenho dos nossos voluntários. A nossa logo também retrata isso, se observar tem uma alquemia acontecendo, um coraçãozinho se criando, no qual o objetivo do trabalho é esse transformar nossas ações em amor – enfatiza a Presidente.

Segundo ela, eram cinco pessoas que atuavam na causa animal e sentiam a necessidade de criar uma ONG atuante no município e que seguissem os mesmos princípios e ideias que elas acreditavam. Hoje são 27 voluntários.

Para angariação de fundos, os recursos vêm através de doações e eventos realizados pela ONG.

– Os eventos que realizamos brechó físico, agora também contando com um brechó online devido a pandemia. Realizamos a venda de pizzas que fizemos uma ou duas vezes no ano, a campanha social de recolhimento de tampinhas – Projeto Pet’eco tampas e tampinhas, as quais vendemos para uma empresa de Xanxerê que reaproveita esse material para confeccionar diversos produtos – destaca.

A Presidente destaca que em casos específicos ou mais graves, onde o custo do tratamento se torna mais alto, a ONG cria campanhas e vakinha online para custear esses tratamentos.

– A comunidade pode e deve ajudar. Não esperar apenas pela ONG para socorrer, abrigar um animal que esteja em risco, machucado, abandonado. Podem nos ajudar não fechando os olhos pra essas situações, dando lares temporários, doações de ração, dinheiro, toda ajuda é bem-vinda – destaca Simone.

Quem tem interesse em ser voluntário basta entrar em contato. Os voluntários irão explicar as ações e atividades realizadas. É preciso disponibilidade para atender as demandas da entidade e dedicação.

Devido a pandemia, grupo de voluntários não está realizando tantos encontros presenciais, mas discute informações através do grupo de WhatsApp.

O WhatsApp da ONG está indisponível, por conta disso, estão atendendo nas redes sociais ou através do contato diretamente com a Presidente (49) 9.9116-0063.

 

Deixe seu comentário