Comunidade

Lance Notícias | 08/10/2021 11:29

08/10/2021 11:29

20224 visualizações

Por influência dos familiares, jovem que reside em Seara garante sucesso no mundo da música

Com grande influência da família, Marciano Gonçalves de Oliveira Kraus, de 28 anos, tem a música presente desde cedo em sua vida. Formado em música pela Unoesc, professor de técnica vocal, músico e compositor, Marciano é natural de Guarapuava, no Paraná, o músico adotou o município de Seara como lar em 2013. – Eu venho […]

Por influência dos familiares, jovem que reside em Seara garante sucesso no mundo da música

Com grande influência da família, Marciano Gonçalves de Oliveira Kraus, de 28 anos, tem a música presente desde cedo em sua vida. Formado em música pela Unoesc, professor de técnica vocal, músico e compositor, Marciano é natural de Guarapuava, no Paraná, o músico adotou o município de Seara como lar em 2013.

– Eu venho de uma família de músicos, bisavô, avô, meu pai, aí por influência deles sempre fui apaixonado por música – diz.
Aos nove anos, Marciano ganhou seu primeiro violão. Segundo ele, naquela época não levava muito jeito, então acabou deixando de lado.

– Aos 11 anos, entrei na banda sinfônica da minha cidade e comecei a aprender diversos instrumentos de sopro. Aos 13, já com uma base mais teórica musical, voltei pro violão e com ajuda do meu pai e amigos fui aprendendo a tocar – comenta.

O cantor e compositor já disputou diversos campeonatos na área musical instrumentista, brasileiro, paranaense, sul abrasileiro, ganhando vários desses campeonatos com a banda sinfônica.

Quando completou a maioridade, Marciano foi chamado pelo Exército Brasileiro. Lá, ele serviu por dois anos como Music Militar do efetivo profissional. Após finalizar, mudou-se para Seara. Segundo Marciano, na região em que morava as oportunidades de emprego e possibilidades de crescimento em alguma área eram muito poucas.

Foi passando umas férias no município de Seara como sua irmã que morava aqui, que optou por permanecendo. Acostumou com a cultura de Seara e fez vários amigos que lhe ajudaram muito.

– Eu sempre recebo muito apoio da família e dos amigos, eles têm me ajudado muito nessa trajetória, incentivando, compartilhando e indicando meu trabalho para as pessoas, além dos conselhos e dicas que são super importantes – destaca.

Mesmo sendo eclético para gostos musicais, Marciano destaca que o sertanejo tem um lugar especial em sua vida.

– Sou muito eclético, gosto de ouvir e cantar vários estilos, mas o sertanejo tem um lugar em destaque na minha vida, primeiro pela influência do meu pai que ama o sertanejo raiz, depois por ser o estilo que eu mais toco e acompanho, desde o sertanejo raiz até o mais atual, gosto muito e me identifico mais – fala.

Ao todo, são 10 músicas de sua autoria, mas até o momento, nenhuma gravada por conta da pandemia.

– Tive de dar um tempo e não pude gravar, mas já tem um projeto para lançar duas delas no primeiro semestre de 2022 – acrescenta.

Para gravar, duas são sertanejo, as outras são mais pro lado do pop rock nacional. Segundo ele, foram escritas com referências dos artistas nacionais que mais gosta e se identifica como Nando Reis, Skank, Engenheiros do Hawaii e Biquíni Cavadão. O projeto previsto para 2022 vai estar disponível em todas as plataformas digitais.

– A primeira guia sempre é feita com violão e voz, depois vamos montando o arranjo em cima dessa guia e adicionamos os instrumentos de preferência. Na gravação final ela sai completa – diz.

Além da gravação das músicas de sua própria autoria, os projetos futuros também são por meio das redes sociais.

– Tenho produzido material para as redes e postado aos poucos. A ideia é ir testando, para ver como o público reage. De modo geral, estou muito feliz com o resultado, as pessoas têm gostado muito e elogiado esse material – destaca.

Para quem deseja seguir no ramo da música, o cantor, compositor e professor deixa uma dica valiosa:

– Humildade sempre, entender que ninguém é melhor do que ninguém. Aprender com as experiências tanto positivas quanto negativas, sempre pensar em evoluir, querer sempre mais e nunca parar de estudar. E principalmente nunca esquecer suas origens e as pessoas que mais ajudaram na sua caminhada, o sucesso é resultado de muito esforço, e nunca devemos desistir – explica.

Dependendo 100% da música, desde 2017, Marciano ministra aulas de canto na Casa da Cultura de Seara, Marciano ainda dedica seu tempo a cantorias em eventos, festas, bares e restaurantes.

O jovem ainda compartilha uma frase usa bastante e leva para seus alunos durante as aulas: “O esforço vence o talento, quando o talento não tem esforço.”

– O que eu gostaria mesmo era ser mais reconhecido por esse trabalho musical ao qual dediquei praticamente toda minha vida, e que por meio disso eu possa ajudar mais pessoas. Sei como é o caminho é que tem muito trabalho ainda pela frente e que tudo acontece no seu tempo – finaliza.

 

Essa foi a história de Marciano Gonçalves de Oliveira Kraus, canto e compositor.
E você, tem uma história bacana ou conhece alguém que tenha?
Manda para gente! Nosso telefone WhatsApp é (49) 9.8876-3252.

Deixe seu comentário