Saúde

Lance Notícias | 28/09/2021 14:01

28/09/2021 14:01

29995 visualizações

O Município de Seara ainda é considerado um dos mais infestados por focos do Aedes Aegypti

O Lance Seara entrou em contato com a Fabiula Pereira, coordenadora do Programa de Combate às Arboviroses, para atualizar sobre a situação do município de Seara em relação aos focos do mosquito Aedes Aegypti. Segundo ela, o município ainda é considerado infestado por focos em 11 bairros, sendo eles: Niterói, Centro, Nações, Industrial, São João, […]

O Município de Seara ainda é considerado um dos mais infestados por focos do Aedes Aegypti

O Lance Seara entrou em contato com a Fabiula Pereira, coordenadora do Programa de Combate às Arboviroses, para atualizar sobre a situação do município de Seara em relação aos focos do mosquito Aedes Aegypti.

Segundo ela, o município ainda é considerado infestado por focos em 11 bairros, sendo eles: Niterói, Centro, Nações, Industrial, São João, Garghetti, Padre Lídio, Nossa Senhora Aparecida, Bela Vista, Vila Esperança e São Daniel.

Não tem-se controle sobre a proliferação, desta forma nestes locais as equipes utilizam a forma de trabalho denominada como tratamento.

No tratamento é realizada a orientação e remoção de criadouros junto com o proprietário, fazendo o tratamento de caixas d ‘ água baixas, piscinas, sistemas baixos utilizando um larvicida que não causa malefícios à saúde humana e de animais.

Já foram realizados em média 13 fumacês, sendo que este trata-se de uma dispersão de larvicida com veículo e é realizado a cada paciente positivo que adquiriu o vírus no município (casos autóctones), quem aplica e coordena a aplicação é a Diretoria de Vigilância Epidemiológica – DIVE, de Chapecó.

Até o momento foram contabilizados em média 354 focos no município. Neste ano, foram registrados 16 pacientes com chikungunya, sete com dengue e dois pacientes que estão aguardando resultado.

— Pedimos a comunidade que esteja atenta às orientações, eliminando todos os criadouros e utilizando dez minutos de sua semana para verificar toda a residência. — ressalta Fabiula.

Algumas orientações do Programa de Combate às Arboviroses:

  • Limpar calhas com frequência
  • Caixas de água vedar ou utilizar tela sombrite
  • Lavar potes de animais e esfregar uma vez na semana
  • Cobrir piscinas e tratar com cloro
  • Armazenar pneus, garrafas e demais objetos em local coberto
  • Limpar terrenos baldios com frequência
  • Depositar lixos nas lixeiras nos dias em que há coleta

Deixe seu comentário