Comunidade

Lance Notícias | 10/10/2021 18:33

10/10/2021 18:33

7928 visualizações

Jovem de Seara realiza consultorias de moda e estilo em Seara e região

Jovem de Seara realiza consultorias de moda e estilo em Seara e região

A história de hoje começa com uma enquete, qual tipo de pessoa você é? Aquela que sai vestido o que vem pela frente ou aquela que pensa no look do dia ainda na noite anterior?

Você sabia que a roupa que você veste também fala muito por você? Nós vamos te explicar. Aliás, quem vai explicar para nós é Flávia Hoff, de 22 anos.

Natural de Seara, a jovem é formada em Design de Moda e trabalha como personal stylist e pós-graduada em fashion marketing e branding: gestão estratégica das marcas

Desde pequena foi cativada pelo mundo da moda, segundo a jovem, isso já estava dentro dela. Aos 14 anos decidiu fazer faculdade de Moda e não mais mudou de opinião.

– Eu sempre percebi que as pessoas que trabalham em bancos e lojas não eram felizes em suas profissões e sabia que precisava fazer o que gostava para não ser aquele tipo de profissional – comenta.

Atualmente, Flávia dedica seu tempo a assessoria de moda e estilo, tanto para o público feminino como masculino. A jovem explica como funciona a assessoria.

– A pessoa me contrata e primeiramente vejo o que a pessoa quer, as vezes a pessoa está passando por uma mudança na vida e quer mudar tudo. As vezes quer mudar o guarda roupa pois está se sentido perdida, ver se está se vestido certo, são vários os casos – explica.

Segundo ela, na consultoria são realizados diversos testes como, o teste de estilo, que normalmente são dois a três por pessoa, teste do biotipo que auxilia na combinação das roupas.

Os estilos podem mudar conforme o tempo, segundo Flávia. As vezes por mudança na vida da pessoa, mudanças de emprego.

– São necessários cinco segundos para gente formar opinião sobre as pessoas, então antes de nós chegar em uma pessoa a nossa roupa já chegou – comenta.
Flávia ainda destaca sobre tudo que a nossa roupa pode falar, antes que nós possamos se quer, abrir a boca.
– O que minha roupa está transmitindo? O que as pessoas vão entender? O que eu quero passar usando isso? As vezes não usamos roupas que falam o que nós queremos falar – destaca.

Após entender o que a cliente deseja, é feita uma organização geral do guarda roupa. Separado o que tem a ver com a pessoa, o que seguira para doação ou destinado a algum brechó.

– A ideia é usar ao máximo o que a cliente já tem, algumas vezes precisa comprar algo e aí entro como personal shopper para compras de calçados, roupas e acessórios – diz.

E olha só que bacana, depois de tudo ainda é feito uma espécie de dossiê, documento que guardara todos os possíveis looks e composições que favorecem a pessoa, tanto mulher como homem.

– Depois montamos vários looks, fotografamos e montado o dossiê a partir do estilo da pessoa, tudo bem explicado. Na correria do dia a dia a pessoa ficou sem ideia, basta pegar o documento com todas as informações do que pode ou o que não pode – acrescenta.

A jovem ainda explica sobre o símbolo usado em suas redes sociais.

– Meu símbolo é de uma borboleta que significa transformação – conta.

Após um de atendimentos em toda região, a jovem traça seus próximos objetivos e felicidade em ter escolhido a profissão.

– Quero crescer profissionalmente, aprender mais sobre essa área e poder ajudar muitas pessoas. Eu sou muito feliz com minha formação, tenho total certeza que fiz o que eu gosto – conclui.

Acompanhe as redes sociais via Instagram

Deixe seu comentário