Comunidade

Lance Notícias | 18/10/2021 14:40

18/10/2021 14:40

14242 visualizações

Influenciadora com o coração searaense, faz sucesso nas redes sociais

Influenciadora com o coração searaense, faz sucesso nas redes sociais

O município de Seara tem um lugar especial do coração da gaúcha Jaqueline Dutra. Com a separação dos pais, Jaqueline mudou-se para o município de Seara junto de sua mãe e irmã mais nova, aos dez anos.

Aqui, Jaqueline fez amizades, conheceu pessoas e inseriu-se ao mercado de trabalho. Aos 17 anos, a jovem optou por cursar jornalismo.

– Ainda em Seara eu comecei cursar jornalismo, não consegui terminar, pois, tive que me mudar para Blumenau, mas com certeza é algo que pretendo concluir – destaca.

Em Seara, Jaque permaneceu até a maioridade. Ao completar, os sonhados, 18 anos, foi em busca de novos desafios Xaxim. Colecionando momentos e iniciando cedo no trabalho, o certo é dizer que Jaqueline nasceu no meio da comunicação. Influenciada pelo pai, dono de rádio, aos 16 anos a jovem já se destacava em locução de rádio.

– A grande influência vem do meu pai, ele sempre trabalhou com rádio também. É locutor e diretor de uma rádio comunitária no Rio Grande Do Sul – explica.

Gaúcha já passou por Seara, Xaxim e hoje, reside em Blumenau, dividindo seu tempo entre a locução e trabalho de influencer por meio do Instagram.

Portas fecham para outras se abrirem

Você acredita que a vida é feita de fases? Pois é, isso aconteceu com a influenciadora. Quando se mudou para Blumenau, houve um período que a jovem cantava sertanejo em bares e balada da cidade.

– Nesse tempo comecei divulgar meu trabalho na rede social, mas não trabalhava de forma profissional. Por conta da música, comecei ganhar seguidores no Instagram, chegou um dado momento que vi como oportunidade – fala.

Como comentei antes, na vida tudo são fases, algumas vem e vão, outras vem e ficam mais do que outras. Por motivos pessoais, a jovem decidiu parar de cantar. Segundo ela, na época não tinha investidor, estava trabalhando sozinha e as condições financeiras não eram boas.

– Decidi dar uma pausa na música por questões pessoais e por não me identificar mais com o seguimento. Eu amo música, amo cantar, mas por ora não é meu foco, não é o que quero investir no momento. Não me identifico mais com o sertanejo. Não quero dizer que isso também não vá acontecer futuramente – diz.

Outra coisa: conhecimento nunca é demais, certo? A jovem acredita muito nisso, nada é por acaso, se aprende muita coisa a partir das nossas próprias experiências.

– Com o tempo na música, com tudo que faço eu aprendo sempre. Teve um período que passei pela Mary Kay onde eu prendi muito sobre empreendedorismo. Todo o conhecimento que adquiri por meio da empresa estou aplicando na minha rede social. É pouco tempo que estou investindo, mas está dando retorno – acrescenta.

A jovem enfatiza sobre a potencialização que o meio digital conquistou, principalmente, com a chegada da pandemia.

– Com a pandemia, as redes sociais potencializam demais, plataforma muito forte, quem sabe trabalhar com esse meio, além de fazer dinheiro, pode ajudar muitas pessoas – fala.

Criatividade em vídeos 

Jaque enfatiza sobre o seu propósito por meio de suas redes.

– A pandemia, as pessoas isoladas e sozinhas. Eu trago entretenimento, independentemente de onde seja, é uma forma de ajudar as pessoas, de humanizar, de ter empatia pelo outro. De alguma forma direta ou indiretamente ajudar, nem que seja trazendo um pouco de alegria – comenta.

Um pouco de alegria? Os vídeos nas suas redes sociais retratam, na maioria das vezes, situações rotineiras, é difícil passar sem dar uma boa risada. Com diversas inspirações na área da influência, como: Rica de Marré, Yasmin Castilho, Patrícia Ramos, na locutora de Tata da rede Band e de empreendedor e comunicador, Silvio Santos, a influenciadora deixa uma dica valiosa para quem deseja seguir no ramo.

– Use a internet a seu favor, isso ajuda muito. Eu diria que o segredo de tudo é vive o propósito, muitas vezes a gente busca se comparar, viver a vida do outro, mas Deus deu um propósito personalizado para cada um de nós mesmos – cita.

Segundo a influenciadora, nada é perfeito, não foi mil maravilhas chegar onde está agora e o caminho é árduo pela frente, mas quando se encontra com o próprio propósito, tudo flui, as coisas acontecem. E não para por aí, Jaque não é o Pink e o cérebro, mas tem a missão de conquistar o mundo, copiou o recado, ‘terraaa?’

– Meu projeto para o futuro é investir no Instagram. Um sonho que tenho no meu coração é ter uma marca de roupa própria, eu amo roupa. Lancei mês passado meu podcast, um projeto piloto, e acredito nessa nova plataforma de comunicação, que é o sei fazer que me comunicar – finaliza.

Acesse: Instagram/Ajaque




Essa foi a história de Jaqueline Dutra.
E você, tem uma história bacana ou conhece alguém que tenha?
Mande para gente! Nosso telefone WhatsApp é (49) 98876-3252.

Deixe seu comentário