Cultura

Lance Notícias | 08/11/2021 20:11

08/11/2021 20:11

11633 visualizações

Escola Núcleo Deolindo Zílio participa da vigésima primeira edição do Festival Escolar Dança Catarina

A vigésima primeira edição do Festival Dança Catarina está marcado para os dias 09, 10 e 11 de novembro. O evento é promovido pela Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte). Considerado o maior evento de Dança Escolar do Brasil, o Festival tem como principais objetivos fomentar a dança na escola. Devido a pandemia da Covid-19, a […]

Escola Núcleo Deolindo Zílio participa da vigésima primeira edição do Festival Escolar Dança Catarina

A vigésima primeira edição do Festival Dança Catarina está marcado para os dias 09, 10 e 11 de novembro. O evento é promovido pela Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte).

Considerado o maior evento de Dança Escolar do Brasil, o Festival tem como principais objetivos fomentar a dança na escola.

Devido a pandemia da Covid-19, a participação das equipes acontece de forma virtual, que consiste na gravação de um vídeo da coreografia.

Em Seara, a Escola Núcleo Deolindo Zílio prepara-se para o festival.

Há quatro anos ensaiando turmas para o evento, a professor Caroline Grando, explica a dinâmica do evento.

– Nós participamos em várias categorias, como são três dias, cada um tem uma modalidade diferentes. O festival é uma competição estadual, compete com cidades de todo estado, se fosse presencial seria etapas microrregionais, para depois ir para ao estadual, mas devido a pandemia foi definido desta forma – explica.

No segundo ano sendo realizado de forma on-line, Caroline destaca os desafios em ensaiar e gravar cada detalhe da dança.

– Se a apresentação é presencial, é aqueles minutos de dança. Na modalidade on-line o trabalho é redobrado, direcionado, minucioso e delicado. A gravação é mais específica, várias câmeras. Mas sempre digo aos alunos, é uma experiência única – fala.

Segundo Caroline, as inscrições são enviadas com antecedência e log após, as gravações das coreografias são enviadas. Nos dias do evento todas as apresentações serão exibidas pelo canal do festival, ou seja, a preparação, ensaio e organização começam muito antes dos dias do evento.

Com 16 bailarinos em cada categoria, as coreografias dos alunos da Escola Núcleo Deolindo Zilio competem com mais de 30 grupos. A professora ressalta como é feito a escolha dos temas que serão abordados por meio da dança.

– Cada coreografia tem um específico, este ano participamos com temas de poluição, padrão de beleza e vícios tecnológicos. Os temas abordados tem como objetivo que os alunos se conscientizem, já abordamos temas como depressão na edição de 2019, tocou muitas pessoas, as alunas são conhecidas até hoje por isso – diz.

Para a definição dos temas é realizado um estudo aprofundado, os bailarinos precisam, necessariamente, entrar no personagem.

– Por exemplo, o tema padrão de beleza: os alunos precisam entender como é o padrão de beleza, como a pessoa se sente em estar a cima do peso ou ser magra demais ou por ter um cabelo diferente, toda essa logística é estudada e analisada para chegar na dança, nós transmitimos uma mensagem através da dança – destaca.

O Festival Dança Catarina é aberto a todas as escolas e ao final das apresentações de cada dia é divulgado o resultado.

– A dança vai muito além de uma dança, é emoção, é experiência e sempre causa aquele frio na barriga – finaliza.

Acompanhe o Festival Escolar Dança Catarina, clicando AQUI!



Deixe seu comentário