Comunidade

Marcos Vinícius Pedroso | 19/11/2021 19:56

19/11/2021 19:56

12338 visualizações

Conselheira tutelar fala sobre desafios da profissão, em Seara

O Dia do Conselheiro Tutelar é celebrado no dia 18 de novembro, e a função de Conselheiro Tutelar foi criada, juntamente com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Um Conselheiro Tutelar deve zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes da sua comunidade, conforme a lei. Para exercer esta tarefa de grande […]

Conselheira tutelar fala sobre desafios da profissão, em Seara

O Dia do Conselheiro Tutelar é celebrado no dia 18 de novembro, e a função de Conselheiro Tutelar foi criada, juntamente com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Um Conselheiro Tutelar deve zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes da sua comunidade, conforme a lei.

Para exercer esta tarefa de grande responsabilidade, os candidatos devem prestar uma prova de seleção. Os conselheiros são eleitos de quatro em quatro anos, pela comunidade do município onde o conselheiro vai atuar.

Alusivo a essa data a equipe do Lance Seara entrevistou a Rosane Bernardete Silvestri de 43 anos de idade, mãe de três filhos e que reside na comunidade de Santa Lúcia, interior de Seara.

De acordo com Rosane, sua trajetória no Conselho Tutelar iniciou em 2015, que por escolha própria decidiu disputar o processo de escolha de conselheiros tutelares, eleita, cumpriu todo seu mandato.

Posteriormente, na eleição do conselho tutelar em 2019 passou por outro processo seletivo e foi reeleita com o apoio da sociedade.

Rosane traz algumas reflexões e desafios que enfrentou e ainda enfrenta em sua rotina diária de trabalho.

— Sempre procuro trabalhar com ética e responsabilidade, atendendo as crianças e adolescentes de maneira empática e humanizada, tentando ao máximo transformar a sua realidade em algo mais leve e melhor — comenta.

Com isso, salienta estar ciente do grande desafio enfrentado, que é zelar pelos diretos da criança e do adolescente:

— É uma nobre missão por isso todos os conselheiros merecem reconhecimento e respeito, pois seguem seu caminho enfrentando todo dia novos desafios – cita.

Ainda ressalta:
— Os conselheiros estão sempre zelando pela proteção das crianças e adolescentes. Dentre as inúmeras situações que atendemos, há aquelas que deixam marcas na nossa trajetória e por meio delas buscamos aprender, crescer e evoluir juntos — destaca.

Rosane deixa um recado:
— Deixo os parabéns aos meus colegas e todos os conselheiros que estão todos os dias zelando pelo bem estar das pessoas. Pois crianças bem cuidadas são sementes de paz e esperança para um futuro melhor — conclui Rosane.

Deixe seu comentário