Comunidade

Marcos Vinícius Pedroso | 20/01/2022 14:41

20/01/2022 14:41

6916 visualizações

Carlos Moisés sanciona leis do programa do Estado para levar Internet ao meio rural

O governador Carlos Moisés sancionou na última sexta-feira (14), leis importantes para o desenvolvimento econômico e social de Santa Catarina, incluindo o Bolsa Estudante e as diretrizes para levar conexão de qualidade à internet ao meio rural. As iniciativas estão alinhadas aos objetivos do programa Gente Catarina, criado pelo Governo do Estado para elevar o […]

Carlos Moisés sanciona leis do programa do Estado para levar Internet ao meio rural

O governador Carlos Moisés sancionou na última sexta-feira (14), leis importantes para o desenvolvimento econômico e social de Santa Catarina, incluindo o Bolsa Estudante e as diretrizes para levar conexão de qualidade à internet ao meio rural.

As iniciativas estão alinhadas aos objetivos do programa Gente Catarina, criado pelo Governo do Estado para elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios catarinenses.

Internet no campo

Agora já é lei o programa do Governo do Estado para levar internet de qualidade ao meio rural, em tecnologia não inferior a 4G.

Conforme o texto aprovado pela Assembleia Legislativa e sancionado pelo governador Carlos Moisés, R$ 100 milhões serão investidos nos próximos dois anos para melhorar a conectividade no campo.

O secretário de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, Altair Silva, projeta um ganho para a economia e qualidade de vida.

— A intenção do Governo do Estado é levar a fibra ótica mesmo às localidades mais remotas, o que abrirá as portas para novas tecnologias e aumento de produtividade nas propriedades rurais. A educação também ficará mais acessível às famílias do campo. É um projeto que vai levar uma verdadeira revolução no meio rural — destaca o secretário.

Conforme o projeto, o Governo do Estado também autoriza as permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem suas estruturas, sem custos, para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação nas áreas rurais. Este era o principal obstáculo à instalação de internet de fibra óptica no meio rural.

A partir de agora, as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de distribuição de energia elétrica poderão utilizar os serviços de internet gratuitamente.

Os cabos de internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e os recursos previstos no projeto devem ser utilizados para viabilizar a instalação dos serviços de telecomunicação nos municípios. A Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades.

— É um grande programa, uma ação de Estado, para levarmos internet para o campo. Vamos gerar uma revolução no agro catarinense, aumentando a atratividade do meio rural, dando possibilidades de escolha e estudos para os jovens agricultores. Assim como as cidades, o Interior também estará conectado — conclui Altair Silva.

Deixe seu comentário