Polícia

Daiane Caroline Hein | 14/11/2023 08:51

14/11/2023 08:51

255402 visualizações

Bebê morto pela mãe após o parto e enterrado na cozinha: Delegado conta detalhes do crime

O delegado Marcelo Colaço da DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) revelou detalhes do caso da recém-nascida que foi encontrada morta em Caçador. Os pais da criança, ambos de 22 anos, confessaram o crime e foram presos no domingo (12).

Segundo o delegado, a criança foi morta logo depois do parto. A mãe teria asfixiado o bebê no caminho do hospital para casa, tudo com o consentimento do marido.

Ao chegar em casa, a mãe foi tomar banho e o marido arrumar algum local para esconder o corpo da criança. O local escolhido foi embaixo do piso da cozinha. O homem tirou a geladeira do lugar, arrancou os pisos e fez um buraco, em seguida reorganizou tudo.

A família do casal não sabia da gravidez. Por esse motivo o casal se isolou, o que fez os familiares buscarem ajuda e denunciarem o desaparecimento da mulher. Durante as investigações, foi descoberto o parto.

De acordo com a polícia, o bebê era saudável. Os documentos hospitalizes do parto foram encontrados dentro da casa. Um dos motivos que o casal teria utilizado para cometer o crime foi não saber se o homem era realmente o pai da criança, já que o casal havia recomeçado o relacionado há cerca de 7 meses.

O juízo da vara Criminal da comarca de Caçador decretou a prisão preventiva do casal. Os dois foram presos em flagrante no domingo (12) e passaram por audiência de custódia na unidade judiciária na tarde desta segunda-feira (13). O processo tramita em segredo de justiça

(Fonte ND+)

Deixe seu comentário