Comunidade

Lance Notícias | 22/10/2021 16:46

22/10/2021 16:46

37924 visualizações

Após quatro anos trabalhando no comércio, searaense realiza sonho de abrir o próprio negócio

Nunca é tarde para realizar nossos sonhos, foi isso que Denise Cristina Ongaratto, de 34 anos, pensou ao sair do comércio, dedicar mais tempo à suas filhas e abrir o próprio negócio. Há três meses, a searaense decidiu investir em um sonho conjunto com o marido. – Meu marido sempre falava de nós abrirmos o […]

Após quatro anos trabalhando no comércio, searaense realiza sonho de abrir o próprio negócio

Nunca é tarde para realizar nossos sonhos, foi isso que Denise Cristina Ongaratto, de 34 anos, pensou ao sair do comércio, dedicar mais tempo à suas filhas e abrir o próprio negócio. Há três meses, a searaense decidiu investir em um sonho conjunto com o marido.

– Meu marido sempre falava de nós abrirmos o nosso próprio negócio de lanches. Na época, eu trabalhava no comércio e precisei ficar em casa com as minhas filhas, foi aí que tiramos a ideia do papel. É a realização de um sonho nosso – explica.

O casal começou pesquisar sobre trailer, foram juntando dinheiro e o sonho se realizou. Mas não pense que é moleza não tá?! A rotina de Denise é corrida:

– Eu acordo cedo e organizo toda casa, enquanto isso minha filha mais velha, Amanda, vai pra escola. O marido vai para o serviço e eu fico com a Lorena preparando o almoço já encaminhando as compras de mercado para o trailer – destaca.

Segundo ela, tudo que é preparado no trailer é com muito carinho além de ter todos os produtos fresquinhos para seus clientes.

– Hoje fizemos lanches diversos como pastel, diversos tipos de x-salada, cachorro-quente, porção de batatinha e coxinha – fala.

Após quatro anos trabalhando no comércio, Denise avalia sua mudança de vida e objetivos futuros.

– Mudei para cuidar de minhas filhas, hoje tenho mais tempo para elas. E sobre o trailer, espero que possamos expandir e fazer mais clientes a cada dia – finaliza.

Essa foi a história de Denise Cristina Ongaratto.
E você, tem uma história bacana ou conhece alguém que tenha?
Mande para gente! Nosso telefone WhatsApp é (49) 98876-3252.

Deixe seu comentário