Comunidade

Lance Notícias | 09/11/2021 09:08

09/11/2021 09:08

14396 visualizações

De hobby para profissão: com ajuda do pai, jovem investe no ramo de barbearia

Com apenas 15 anos, Gabriel Júnior dos Santos já demonstrava interesse e identificação com o ramo da barbearia. Em 2017 com forte incentivo de seu pai, o jovem decidiu abrir sua própria barbearia. – Comecei na brincadeira ainda com 15 anos de idade. Eu cortava o cabelo do meu pai, primos e amigos. Por pedido […]

De hobby para profissão: com ajuda do pai, jovem investe no ramo de barbearia

Com apenas 15 anos, Gabriel Júnior dos Santos já demonstrava interesse e identificação com o ramo da barbearia. Em 2017 com forte incentivo de seu pai, o jovem decidiu abrir sua própria barbearia.

– Comecei na brincadeira ainda com 15 anos de idade. Eu cortava o cabelo do meu pai, primos e amigos. Por pedido do meu pai, fiz o curso mais tarde, gostei e estou atuando até hoje – explica.

Sendo assim, desde adolescente, Gabriel já iniciava no ramo no qual decidiu apostar suas fichas.

– Meu pai comprou o básico pra eu começar e falou: agora é contigo. Fui trabalhando e juntando dinheiro para me aperfeiçoar ainda mais, comprando máquinas melhores, climatizador para o ambiente ficar mais aconchegante, expositor de bebidas e fazendo cursos. Lembro que no início, as molduras dos meus quadros eram todas de papelão – diz.

Ditado: mar calmo nunca fez bom marinheiro

No início, Gabriel começou sozinho, na cara e na coragem. Após três anos de dedicação e progresso, conseguiu alcançar mais um objetivo, inaugurar um novo espaço para receber seus clientes.

–  Depois de quase três anos, com a ajuda de Deus, inaugurei um espaço mais moderno e aconchegante para meus clientes. De um tempo pra cá vi a necessidade de contratar mais um barbeiro pra me ajudar, hoje estamos trabalhando em dois – fala.

Atendendo todos os tipos de público, Gabriel já realizou cursos com barbeiros renomados, tanto do Brasil como estrangeiros. Seus objetivos futuros estão relacionados a especialização e qualidade no serviço prestado.

– Quero me especializar cada vez mais e em breve poder formar uma equipe que possa atender todo tipo de público, com qualidade tanto no serviço quanto atendimento – conclui.

Segundo o jovem de 22 anos, a profissão vai muito além de um bom corte.



Essa foi a história de Gabriel Júnior dos Santos.
E você, tem uma história bacana ou conhece alguém que tenha?
Mande para gente! Nosso telefone WhatsApp é (49) 98876-3252

Deixe seu comentário