Pittol 1
Pittol 2

“Foi amor a primeira vista”, diz casal de Chapecó ao adotar quatro irmãos

Samara Sgarbossa | Comunidade | 27/05/2022 16:50
“Foi amor a primeira vista”, diz casal de Chapecó ao adotar quatro irmãos
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 9748

Comemorado na última quarta-feira, o dia 25 de maio lembra e comemora o Dia Nacional da Adoção. A equipe do Lance Seara conversou com Gelci Diehl, mãe de quatro irmãos adotados, o Victor Gabriel de Paula, de 13 anos, Gabriely Thalia, de dez, Samuel Marlon, de oito, e Eduarda Pérola de sete anos de idade.

Antes de conhecer a família, os irmãos moravam em Fraiburgo, enquanto ela e seu marido residiam em uma chácara, no interior de Chapecó.

Adoção

A mãe dos irmãos destaca que o processo de adoção foi o mais normal de todos, e que quando Deus está no controle, tudo sempre fica perfeito.

— Eu queria ter um filho, mas a idade já havia se passado e pensávamos em fertilização, mas os planos de Deus nem sempre são os nossos — fala.

Em meados de 2017, Gelci conta que uma afilhada que estava passando por momentos delicados, a mãe com problemas mentais e o pai cego. Assim, levaram a menina morar com eles.

— Trouxe minha afilhada para casa, cuidei dela e ensinei muitas coisas que a mãe não sabia ensinar, mas como é ilegal, não podia ficar com ela, fomos no fórum para saber como é o processo de adoção. Pegamos os papéis, encaminhamos e fomos fazer o curso de adoção — explica.

No decorrer do curso, o casal falava bastante sobre a adoção de irmãos, mas ressaltam que nunca passou pela cabeça que um dia iriam adotar quatro.

— Quando foi no terceiro dia do curso, eram cinco no total, o fórum nos informou que havia quatro irmãos para serem adotados e que nós fechávamos no perfil. Para isso, tinha que ter disponibilidade para visitas — diz.

Assim, os responsáveis organizaram algumas fotos dos irmãos, na época com quatro anos a menos.

— Quando mostraram a foto deles foi paixão à primeira vista. Meu esposo olhou disse: “são nossos em nome de Jesus”, assim tudo se concretizou – destaca.

Primeira visita

Em 24 de julho 2017 o casal realizou a primeira visita, além de comemorar o aniversário do mais velho.

— Aquele dia o Victor Gabriel estava de aniversário, completando nove anos. Então levamos presentes para todos da Casa Lar. No dia 7 de agosto foi outra festinha de aniversário do Samuel Marlon, e neste dia assinamos os papéis e levamos eles para casa — ressalta.

Era oficial, os irmãos tinham uma nova casa e pessoas que aguardavam por eles para assim, concretizar a família.

— Na estrada eles não paravam de nos chamar de pai e mãe, foi muito especial, um dia que jamais vamos esquecer — finaliza.

 

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias